segunda-feira, 18 de abril de 2011

O caminho é "sempre" pelo Amor!

Quem de nós já não ouviu esta famosa sentença: "Quem não vai a Deus pelo amor, vai pela dor".
Eu também "pensava" dessa forma até ouvir a reflexão de um sacerdote a esse respeito. Pois é interessante lembrarmos de pessoas que até conhecemos, que sofrem... e sofrem muito, e ainda sim, são incapazes de se voltarem para Deus. Pelo contrário vão se afundando cada vez mais no "poço" da revolta, da autopiedade, do desânimo, da depressão, dos vícios e ás vezes chegam ao extremo: o suicídio. Vemos, então, que a dor e o sofrimento, por si só, não são suficientes para nos levarem até Deus "se" não forem vividos à luz da fé e do supremo dom, o AMOR.

 Amor que levou Jesus a suportar o mais insuportável dos sofrimentos. Amor que Jesus demonstrou ao dizer:
"Meu Pai, se não é possível que este cálice passe sem que eu o beba, faça-se a tua vontade!", em meio a Sua agonia no Getsêmani. Aliás, onde diga-se de passagem, não suou só sangue! O que os evangelistas não narraram, mas nos diz o coração é que o Senhor suou sangue... e Amor, muito Amor!
Amor tão grande, tão forte que não pôde ser contido em Seu corpo humano e brotou em profusão de seus poros.

                                                                                          Amor que também se misturou ao sangue que saía das feridas causadas pela flagelação, coroação de espinhos, do peso e das quedas carregando a cruz, enfim, amor que jorrou abundante das Suas santas chagas, do Seu lado aberto...
É o Senhor nos ensinando com o Seu sacrifício de Amor, que não há sofrimento que possa ser suportado se nossa vida não for sustentada pelo Amor, que não há dor que leve a Deus, se não for conduzida pelo Amor. É sempre o Amor, que fortalece nossa fé, alimenta nossa esperança, gera em nós a confiança na Providência Divina.


Mas então, quem sofre e é incapaz de chegar até Deus, pois lhe falta "Amor", estará perdido? De modo algum, na reflexão abaixo, Ricardo Sá, nos instrui a ajudar nossos irmãos:

          "Ninguém pode oferecer o que ainda não experimentou!
Neste caso, portanto, ninguém pode dar amor se ainda não o recebeu de alguém!
Tenho uma idéia: por que, em vez de reclamarmos a ausência de amor nos outros, não nos tornamos, nós mesmos, o amor de que as pessoas tanto precisam?
Se experimentarem o amor em nós, poderão retribuí-lo, transbordá-lo e assim por diante!
Quem ama dá o primeiro passo!
Pois comece você!"

Um comentário:

  1. Que lindo, amiga!
    Uma abençoada Semana Santa para vc!
    bjssssssssss

    ResponderExcluir

☺ Seu comentário é importante e faz a diferença. Agradeço muitíssimo sua atenção em expressar sua opinião.
Desejo que suas palavras sejam para maior honra e glória do Senhor Jesus, Paz e Bem!☺

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...